Todas as crianças adoram brincar com massinha. E é justamente nessa brincadeira que elas desenvolvem a coordenação motora fina, também conhecida motricidade fina, que é uma das principais responsáveis pelo progresso pedagógico das crianças na escola, com atividades elaboradas pelos educadores envolvidos com a educação infantil.

A coordenação motora fina é aquela que envolve os músculos menores, como os das mãos, dos dedos e dos pés. Onde é exigido movimentos mais precisos, firmes e delicados. Movimentos estes que serão utilizados em toda a vida.

É essencial que esse processo de aprendizagem e desenvolvimento tenha seu início antes da alfabetização, isso porque através dos movimentos é possível estimular as mãos e os dedos para melhorar a habilidade na hora de utilizar o lápis.

Anaynna Mayara Teixeira Póvoas – Terapeuta Ocupacional Infantil na Clínica Núcleo de Saúde, em São Luís (MA) – afirma que “as massinhas com e sem texturas ajudam muito na intervenção escolar de crianças normais ou autistas que apresentam sensibilidade ao toque. Trabalhando as texturas que eles precisarão sentir no dia a dia, como também é trabalhado na escola, ajudo as crianças a diminuir esse “medo” com diversas texturas. Ainda com a massinha, estimulo a criatividade, a imaginação. Peço para a criança fazer aquilo que ela gosta. Formamos animais, bonecos, bijuterias… O produto final não importa. O importante é toda a construção, como é feito, como ela utilizou o membro, a mão, a coordenação para realizá-lo”.

A modelagem da massinha propicia também a evolução do faz-de-conta. A criança recria a realidade usando sistemas simbólicos, além da atenção e concentração permitindo ainda que tenham um maior contato com os sentidos, principalmente em relação ao tato e à visão. Provocando assim, um maior desenvolvimento da percepção pelo educador, favorecendo a sua interpretação e visão da realidade que envolve a criança.

São diversas as atividades que colaboram com essa função. Rasgar, recortar, utilizar a argila, pintar, montar jogos, virar páginas e muitas outras. Porém, utilizar a massinha de modelar é a mais comum e prazerosa podendo também envolver o trabalho com as cores.